Espaço. e ,

É quase um poema, espaço, ponto e virgula, sim porque não? Aqui eu dou o espaço, pode ser grande ou pequeno, pode ser físico ou não. Tudo depende da forma e tamanho. É estranho, mas verdadeiro, aqui está o exemplo, será suficiente? ,mas porque tão grande. O que ou qual que te serve neste momento, eis aqui a grande culpada, a vírgula. Posso dizer, Vamos comer gente ou então vamos comer, gente? Oh vírgula, de tantos sentido, as vezes causa guerras, outras tantas tras a paz, mas consegue  confundir,  sim confusa estou,  onde por, antes ou depois. Confusão,  com ela posso prender,  mas também posso livrar da prisão. Ah,  pensando bem neste espaço tão pequeno  que faz se presente aqui, É  neste espaço  entre ..e,,que eu vou fazer  minha defesa, por que? Simples assim espaço eu preencho, a culpada na verdade é a vírgula e no capricho eu fecho meu pensamento.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.